Login Registar

Login na sua conta

Utilizador *
Password *
Lembrar

Criar uma conta

O campos marcados com um asterisco (*) são de preenchimento obrigatório.
Nome *
Utilizador *
Password *
Verificar password *
Email *
Verificar email *

Glossário

Este glossário é um trabalho sempre em curso de forma a tornar-se cada vez mais completo. O seu conteúdo pretende-se simples e adaptado à necessidade diária de quem lida com energia renovável, fotovoltaica, eólica ou mesmo hidrogénio. Se não encontra aqui a definição que procura, pergunte-nos por Email para que lhe possamos responder e complementar ainda mais esta lista. Contamos consigo.

A

AC - Corrente alterna

Aerogerador - sistema mecânico de produção de energia com pás, que tem como fonte a força do vento. O movimento das pás da turbina, movidas pelo vento, vai acionar um gerador, que, a partir da energia mecânica produzida pelas pás, vai produzir energia elétrica.

Ampére (A) - Medida da quantidade de corrente elétrica que passa por um condutor. Cada disjuntor dentro do quadro de distribuição tem a amperagem identificada, que corresponde à quantidade de energia do circuito a que ele serve.

Amperímetro - Aparelho destinado a medir o valor de uma corrente elétrica. Anemómetro - instrumento utilizado para medir a velocidade do vento.

Ânodo - elétrodo onde se dá a reação de formação de eletrões, ou seja, onde se dá a reação de oxidação. Este elétrodo é o positivo, pois é para onde se dirigem os aniões durante a eletrólise.

Acumulador - Mais comumente conhecido como bateria ou pilha, podendo ser recarregadas ou não. Utilizadas em iluminação de emergência e em No Breaks, que tem como função suprir a energia de um circuito ou restabelecer um nível mínimo aceitável de luz na ausência da fonte de energia principal da rede elétrica.

Azimute [º] - o ângulo entre o Sul e o ponto no horizonte diretamente debaixo do sol.

AWG - Sigla de American Wire Gauge, denominação norte-americana utilizada para bitola (espessura) de fios e cabos elétricos.

B

Sem conteúdo.

C

Calibração - Ajuste de um dispositivo de forma a que os valores de saída se encontrem nos limites de uma gama para determinados valores de entrada.

Cátodo - a) Elétrodo negativo numa célula voltaica ou outro dispositivo semelhante, que emite eletrões ou liberta iões negativos, na direção do qual os iões positivos se deslocam ou em volta do qual se agrupam. b) Pólo negativo de uma bateria ou de um diodo retificador.

Comutador - Equipamento mecânico, elétrico ou eletrónico, que liga e desliga (comuta) um circuito ou que desvia a ligação para outro.

Condensador - Componente eletrónico que armazena energia elétrica. A sua capacidade é medida em Farads (ou micro Farads). Além das várias aplicações, serve para corrigir o fator de potência de um circuito aumentando a eficiência energética, devido ao melhor aproveitamento de carga da rede elétrica. São também utilizados para filtrar ruídos e estabilizar a corrente contínua.

Condutividade - Capacidade de um condutor para transportar eletricidade, geralmente expressa como percentagem da condutividade de um condutor da mesma dimensão feito de cobre macio.

Condutor Elétrico - Cabos ou vulgarmente chamados de fios elétricos, servem para conduzir a corrente elétrica num circuito. Interligam componentes de um circuito elétrico. Os circuitos impressos têm pistas de cobre que são os condutores elétricos para interligar os componentes eletrónicos.

Contato - superfícies condutoras que se tocam fechando um circuito elétrico. Contatos NF (Normalmente Fechados) e NA (Normalmente Abertos), que designam a posição de funcionamento em repouso. Esta terminologia é por exemplo utilizada em relés e contatores.

Corrente Alterna (ou alternada) - Corrente variável periódica, cujo valor médio é igual a zero. Esta corrente oscila entre a polaridade positiva e negativa num mesmo condutor. A frequência desta variação peródica é medida em Hertz (Hz). Na Europa são 50Hz e na América 60 Hz. A distribuição comercial de energia elétrica faz-se utilizando corrente alterna dada a facilidade de elevação ou redução mediante transformadores, além de que apresenta menos percas no transporte a longa distância comparativamente com a corrente contínua.

Corrente Contínua - Corrente unidirecional e geralmente de valor constante. Utiliza-se em equipamentos de baixa tensão (24V, 12V, 9V, 6V, 3V) alimentados por transformadores, baterias, pilhas ou energia solar fotovoltaica.

Corrente de arranque - Pico de corrente inicial sentido antes de a resistência de carga de impedância aumentar para o valor de funcionamento normal.

Corrente de Fuga - Corrente que devido a um isolamento imperfeito, percorre um caminho diferente do previsto, e flui para elementos condutores estranhos à instalação. Esta fuga geralmente é para a terra, o mesmo acontecendo no caso de um "choque elétrico". Nas instalações elétricas existe um disjuntor diferencial que mede precisamente a diferença de corrente que entra e sai do circuito e que permite detetar a quantidade que se perde por fugas, interrompendo o cirtuito em caso de excesso de fuga. Os isolamentos, mesmo os mais perfeitos, permitem alguma corrente de fuga, mas a qualidade do isolamento manterá esta corrente em níveis aceitáveis. A humidade e sujidade é uma das causas de fuga.

Corrente Elétrica - Intensidade da corrente elétrica, medida em Ampéres (A). Está diretamente relacionada com a quantidade de energia ou potência que percorre um circuito elétrico ou equipamento.

Curto Circuito - Ligação intencional ou acidental entre dois ou mais pontos de um circuito com potencial (voltagem) diferente. A consequência imediata é uma sobrecorrente intantânea elevada e perigosa para o circuito. Os circuitos devem utilizar fusíveis ou disjuntores para proteção dos circuitos elétricos que desligam a rede na eventualidade desta ocorrência.

D

dBm - Decibéis comparados com um miliwatt. Quanto mais elevado for o dBm, maior a potência transmitida ou recebida pelo dispositivo.

DC - Corrente contínua (do inglês Direct Current).

Decibel (dB) - Unidade usada para expressar a amplitude da mudança no nível de um sinal elétrico ou intensidade acústica. Uma proporção de tensão de 1 para 10 equivale a -20 dB, de 10 para 1 a 20 dB, de 100 para 1 a 40 dB e de 1000 para 1 a 60 dB. Uma proporção de potência de 10 para 1 não corresponde a 20 dB, mas 10 dB, uma vez que a potência (P) é proporcional ao quadrado da tensão (V).

Disjuntor - Localizado dentro do quadro elétrico de distribuição, ele corta a passagem de corrente elétrica se esta for excessiva para o circuito. A sua função é a de proteger a instalação e os equipamentos a ela ligados. Tem a mesma função que os fusíveis mas pode ser rearmado mecânicamente, ao contrário dos fusívels que queimam ficando inutilizados.

Disjuntor Diferencial - Aparelho que deteta fugas de corrente geralmente para a terra. Por exemplo, no caso de um "choque" elétrico ele desarma e evita que a pessoa fique eletrocutada pela passagem da corrente pelo seu corpo. Geralmente fica ao lado do quadro de distribuição elétrica.

Dimmer - Dispositivo para variação da intensidade de luzes. Geralmente eletrónico, colocado no interruptor e controla apenas a intensidade da luz, ou via cabo ou radio-frequência, pode ser controlado remotamente por telecomando, painel ou computador. Alêm da intensidade da luz, pode oferecer outras funções, como programar a hora em que uma lâmpada deve acencer ou apagar.

Diodo - Dispositivo semicondutor (retificador) com dois terminais, que possui características de corrente-tensão não linear. A função de um díodo é permitir a passagem de corrente numa direção, bloqueando a passagem na direção oposta. Os terminais de um díodo são designados ânodo e cátodo.

E

Energia Aparente - É a soma vetorial entre a energia ativa e a energia reativa, resultando na energia total que um equipamento elétrico consome ou produz.

Energia Ativa - Energia elétrica que pode ser convertida em outra forma de energia, gerando trabalho. Ou ainda, energia efetivamente utilizada por um equipamento elétrico para realizar a sua função.

Energia Reativa - Energia elétrica que circula continuamente entre os diversos campos elétricos e magnéticos de um sistema de corrente alterna, sem produzir trabalho. O seu efeito ocorre em função do baixo fator de potência de alguns equipamentos, que por falta do condensador apropriado, não armazenam energia necessária para produzir a sua indução e/ou ignição inicial.

Espetro eletromagnético - É a escala de comprimentos de onda existentes. É composto por: Ondas Longas; Ondas Médias; Ondas Curtas; Ondas ultracurtas (VHF, UHF e micro-ondas); Infravermelhos; Luz Visível; Ultravioleta; Raios X; Raios Gama e Raios Cósmicos. Representa a gama total de frequênciais ou comprimentos de onda de todas as radiações eletromagnéticas.

Estabilizador de Tensão - Regulador de tensão que mantém constante a tensão (voltagem) que é fornecida a um circuito elétrico. São utilizados por exemplo em locais com variação de corrente elétrica e protejem contra baixas tensões ou sobretensões os equipamentos a ele ligados.

Eletrodo - Parte condutora de um dispositivo elétrico destinada a constituir um contato condutor com um meio de condutividade diferente. Por norma as "pontas" dos cabos dos equipamentos de medida ou os bornes de contato são considerados elétrodos.

F

Fator de crista - Proporção entre o valor máximo e o valor efetivo. Representa a gama de entradas na qual um aparelho de teste mantém um funcionamento linear, expressa por um múltiplo do valor à escala total da gama que está a ser usada. Fator de crista = Valor máximo/valor True RMS Para onda sinusoidal; Fator de crista = 141/100 = 1,41.

Farad - Valor de capacidade de um condensador em relação ao qual existe uma diferença de potencial de um volt quando carregado com uma quantidade de eletricidade equivalente a um coulomb.

Fator de Potência - Razão da potência ativa pela potência aparente. Medida de desempenho no aproveitamento optimizado da energia elétrica oferecida pela distribuidora de energia. Um fator de potência acima de 0,90 (90%) é considerado bom.

Frequência - Em sistemas de corrente alterna, é a taxa à qual a corrente muda de direção, expressa em Hertz (ciclos por segundo); Uma medida do número de ciclos completos de formas de onda por unidade de tempo.

Fusível - Em quadros elétricos mais antigos, em vez de disjuntores, o corte da corrente elétrica pode ser feito por um fusível. A sua função também é proteger a instalação elétrica quando há sobrecarga. O fusível "queima" e tem de ser substituído. Os circuitos de baixa tensão também utilizam fusíveis, por exemplo nos automóveis em que existem vários fusíveis para proteger os diversos circuitos.

G

Gerador de Energia Elétrica - Máquina que converte energia mecânica, solar ou química em energia elétrica. Os dínamos produzem corrente contínua, os alternadores, corrente alterna, os painéis solares fotovoltaicos produzem também corrente contínua.

H

Harmónica - Componente sinusoidal da tensão que é um múltiplo da frequência de onda fundamental. As harmónicas resultam principalmente dos equipamentos eletrónicos modernos. Os equipamentos eletrónicos atuais são concebidos para consumir corrente por "impulsos" em vez de a usar de uma forma suave e sinusoidal, como acontecia com os equipamentos não eletrónicos mais antigos. Estes impulsos dão origem a formas de onda distorcidas, que, por sua vez, causam distorções na tensão. As harmónicas de corrente e de tensão podem causar problemas como sobreaquecimento de cabos, ligações, motores e transformadores, e podem dar origem a tempos de disparos inadvertidos de disjuntores. Produzem também interferência eletromagnética em equipamentos de telecomunicações.

Henry (H) - Unidade de metro-quilograma-segundo de indutância, equivalente à indutância de um circuito no qual uma força eletromotriz de um volt é produzida por uma corrente no circuito que varia à taxa de um ampere por segundo.

Hertz (Hz) - Unidade de medida de frequência. Representa ciclos por segundo. É inversamente proporcional ao comprimentos de onda (mais frequência - menor comprimento de onda).

I

I - Intensidade da corrente medida em Ampéres (A).

Impedância - Aplica-se em corrente alterna e é o equivalente à resistência em corrente contínua. É uma grandeza escalar igual ao quociente do valor eficaz da tensão pelo valor eficaz da corrente. Uma impedância é composta por uma resistência e por uma reatância (indutiva ou capacitiva). Em cálculos de circuitos elétricos em corrente alterna, é fundamental a determinação das correspondentes impedâncias, principalmente para a obtenção das correntes de curto-circuito.

Inversor de corrente - Equipamento que transforma (inverte) corrente contínua, geralmente de baixa tensão (12V ou 24V) em corrente alterna equivalente à que circula na rede elétrica nacional (220V/50Hz). Os Inversores podem ser de dois tipos. Onda Sinusoidal Pura, mais caros mas que produzem uma onda sinusoidal perfeita equivalente à da rede, e Onda Sinusoidal Modificada, ou seja, uma onda quase quadrada cuja potência média é equivalente a uma sinusoidal. Muitos equipamentos não funcionam com este último tipo de inversor.

J

Joule (J) - Unidade de medida de energia, igual à energia transportada (potência em Watts) por 1 segundo numa corrente elétrica invariável de 1 ampére, sob uma diferença de potencial constante igual a 1 Volt. Esta grandeza é o referencial para emissão de calor.

K

KVA - Unidade de medida de potência aparente referente a 1000 VAs. Diferencia-se de Watts, pois é a soma vetorial da potência ativa com a reativa.

KWh (Quilowatt-hora) - Símbolo universal que define a unidade base de medida de consumo de energia elétrica. Corresponde a 1000 Watts de consumo em uma hora.

M

Sem conteúdo.

N

Neutro - Condutor de um sistema monofásico, bifásico ou trifásico ligado permanentemente sem passagem de corrente. Termo genérico que se refere tanto ao ponto neutro como ao condutor neutro. Algumas instalações, por exemplo trifásicas não possuem neutro (ligação em triângulo).

O

Ohm (?) - Unidade de medida de resistência elétrica, que é a resistência de um elemento passivo de um circuito no qual circula uma corrente elétrica contínua de 1 ampére quando existe uma diferença de potencial de 1 Volt entre seus terminais.

P

Pico a Pico - Amplitude de uma forma de onda alterna desde o pico positivo até ao pico negativo.

Pico de Tensão - Variação abrupta e de curta duração de uma grandeza física, geralmente a tensão (voltagem) de alimentação quer num circuito inteiro, quer num elemento apenas. Os picos de tensão provocam danos e podem ter origem em diversas causas desde o arranque de motores a fenómenos atmosféricos. Existem filtros (supressores de transientes) ou reguladores e tensão que filtram ou eliminam estas variações.

Polaridade - Para haver circulação de corrente elétrica tem de haver diferença de potencial entre dois pontos. Um dos pontos ou polos torna-se assim positivo por ter um potencial superior ao outro (negativo). Uma vez que a eletricidade é o movimento ordenado de eletrões, e que estes têm carga negativa, a corrente circula do polo negativo para o positivo. A troca de polaridade é uma ação grave geralmente danificando o equipamento ou o circuito. Os pólos positivos e negativos são geralmente assinalados por terminais respetivamente vermelhos e pretos. Em corrente alterna não faz sentido falar de polaridade uma vez que ela varia vezes por segundo (frequência em Hz).

Potência (W ou VA) - Indica o consumo ou o fornecimento de energia elétrica num circuito o qual é igual ao produto da tensão e da corrente. A unidade de Medida Watt (W) é mais comum em corrente contínua, sendo que em corrente alterna utiliza-se o VA (Volt Ampére), dado que para cálculo da potência devem entrar em linha de conta com outros fatores inexistentes em corrente contínua.

Potência Aparente (VA) - É a soma vetorial entre a potência ativa (utilizada para o trabalho em si), e a potência reativa (que circulade forma parasita).

Potência Instalada - Soma das potências nominais dos equipamentos elétricos instalados num dado circuito e para o qual foi preparado. O seu funcionamento não deve exceder a potência instalada.

Potenciómetro - Elemento resistivo cujo contato deslizante permite a regulação contínua da resistência de saída, entre quase zero e o valor máximo do elemento resistivo. O potenciómetro pode ser usado como regulador de tensão e potência, continuamente regulável pelo movimento circular ou linear do cursor, tanto em correntes contínuas como alternas.

Q

Queda de Tensão - Diferença entre as tensões existentes em dois pontos ao longo de um circuito em que há corrente. Ou também, a diferença entre as tensões em dois pontos ao longo de uma linha elétrica num dado instante. As quedas de tensões frequentes comprometem todos os equipamentos elétricos, causam perdas de potência e mesmo avarias.

R

Rede Monofásica - Rede de distribuição elétrica composta por uma fase e um neutro. Em Portugal a tensão de funcionamento é de 220V a 50 Hz.

Rede Trifásica - Rede de distribuição elétrica composta por três fases. Pode existir neutro ou não. Entre fazes existem 380V 50 Hz.

Resistência Elétrica (Ohm - ?) - Grandeza escalar que caracteriza a propriedade de um elemento de circuito de converter energia elétrica em calor, quando percorrido por uma corrente elétrica.Determina a resistência de passagem de uma corrente elétrica de 1 ampére sob uma tensão de 1 volt.

RMS - Valor efetivo de corrente ou tensão alterna. O valor de RMS representa a equação entre uma corrente ou tensão AC e uma corrente ou tensão DC que permite idêntica transferência de potência. Valor eficaz.

Rigidez Dielétrica - É um valor de tensão que define a propriedade dos materiais isolantes e seus distanciamentos relativos, para suportar durante um certo período curto de tempo sobretensões, sem ocasionar um arco elétrico entre os pontos, nem provocar danos físicos como rupturas e perfurações neste material analisado.

S

Secção - Espessura de um fio ou cabo, que corresponde à capacidade de condução de energia. Quanto maior, mais energia (ampéres) suporta.

Subtensão - Tensão cujo valor é inferior ao valor nominal mínimo de trabalho de um equipamento elétrico.

T

Tensão de Trabalho - Valor de tensão à qual os contatos estão sujeitos quando algum aparelho elétrico é alimentado na tensão nominal, sob condição de utilização normal ou de falha provável de alguns de seus componentes. A faixa limite de variação aceitável de tensão, normalmente é da ordem de +/- 10%, para não comprometer a integridade de um equipamento elétrico.

Tensão Elétrica (Volt - V) - Unidade de grandeza escalar que determina a diferença de potencial entre dois pontos. A tensão elétrica regular é o ideal num circuito para manter a integridade de funcionamento dos diversos equipamentos elétricos.

Tensão Nominal - Tensão atribuída a um aparelho pelo seu fabricante e que serve de referência para o projeto, o funcionamento e a realização dos ensaios de laboratório.

Terminal - Parte condutora de um dispositivo elétrico ao qual se liga um condutor ou ficha de um circuito elétrico externo.

Terra - Ligação à terra. Ligação condutora, intencional ou acidental, através da qual um circuito ou equipamento elétrico é ligado à terra ou a algum corpo condutor que desempenhe idêntica função. A ligação de terra permite escoar a corrente elétrica para a terra mantendo neutro o circuito a que está ligado. Vulgarmente a chapa dos equipamentos está ligada à terra para garanir a segurança.

THD (Distorção Harmónica Total) - é a contribuição de todas as correntes ou tensões de frequência harmónica para a corrente ou tensão fundamental, expressa em percentagem da fundamental.

Transformador - Equipamento elétrico estático que, por indução eletromagnética, transforma tensão e corrente alterna entre dois ou mais enrolamentos sem mudança de frequência.

Transformador Eletrónico - Conceito mais moderno de dispositivos de acendimento de lâmpadas de baixa tensão como as lâmpadas de halogéneo de 12V e as lâmpadas dicróicas. São compostos básicamente por componentes eletrónicos. As principais vantagens são: silenciosos; devido seu funcionamento ser em alta frequencia; mais compactos; mais leves; emitem menos calor no ambiente; consomem menos energia e possuem vida útil elevada; são mais leves. As aplicações estendem-se hoje em dia a toda a eletrónica de consumo: computadores, carregadores, etc.

U

Sem conteúdo.

V

Voltímetro - Instrumento destinado a medir o valor de uma tensão elétrica (voltagem).

Volt (V) - Unidade que mede a tensão elétrica. Unidade de grandeza elétrica entre os terminais de um elemento passivo que dissipa a potência de 1W quando percorrido por uma corrente de 1A.

X

Sem conteúdo.

Y

Sem conteúdo.

W

Watímetro - Instrumento destinado a medir o valor de uma potência elétrica ativa.

Watt (W) - Potência desenvolvida quando se realiza, de maneira contínua e uniforme, o trabalho de 1 Joule em 1 segundo. Nunca confundir com a emissão do fluxo luminoso de uma lâmpada.

Z

Sem conteúdo.

Associações

2bni3apesf4anjeCAI

 

Utilizadores Online

Temos 9 convidados e 5 membros online.
 
Copyright © CCBS-Energia 2014