Login Registar

Login na sua conta

Utilizador *
Password *
Lembrar

Criar uma conta

O campos marcados com um asterisco (*) são de preenchimento obrigatório.
Nome *
Utilizador *
Password *
Verificar password *
Email *
Verificar email *

Perguntas Frequentes

- Painéis de 60 ou 72 células

Os painéis de 60 células são os mais utilizados, geralmente apresentam menor custo por watt. Isso deve-se a características da sua construção e ao facto de serem largamente utilizados em sistema de injeção na rede, a antiga microgeração e que agora se chama autoconsumo. Estes painéis solares de 60 células não são de 24V tal como geralmente se diz, parecem ser, mas não são. Por esse motivo existem painéis solares de 72 células, esses sim, verdadeiros painéis solares para sistema de 24V.

Os painéis solares de 60 células têm uma tensão nominal de funcionamento de 30V, enquanto os de 72 células funcionam a 36V. Não confundir com a tensão em circuito aberto.

Para um sistema de injeção na rede, o que interessa é que a tensão de entrada esteja dentro dos limites do inversor, daí que se liguem em série, não importando qual a tensão dos painéis individualmente.

Se a instalação contar com um regulador de carga para carregar baterias, então as ligações e os requisitos dos painéis podem mudar muito. Assumindo que é um sistema a 24V temos duas hipóteses:

Com regulador de carga PWM (os mais baratos e de tecnologia mais simples), necessitam de painéis solares de 72 células. Neste tipo de regulador a tensão de funcionamento do painel é igual à tensão da bateria, é como se fosse uma ligação direta entre o painel e a bateria. A necessidade de 72 células tem a ver com a tensão de funcionamento, 36V. No final da carga a bateria atinge os 28.8V ou mais, por isso tem de haver uma diferença de potencial significativa entre a tensão do painel e a da bateria, caso contrário a carga faz-se muito lentamente. É o caso de quando se utilizam erradamente os painéis de 60 células. Funcionam mas com menor eficiência no final da carga, prejudicando a vida da bateria por dificilmente a conseguirem carregar totalmente. A ligação de dois painéis em série também não resulta bem. Pode exceder a tensão admissível do regulador, e mesmo que funcione, vai perder cerca de 40% da potência dos painéis porque a tensão de funcionamento cai para a tensão da bateria.

Com regulador de carga MPPT, podemos utilizar qualquer tipo de painel, desde que a tensão de entrada seja superior à tensão da bateria. Por exemplo, se o regulador MPPT permitir ligar em série dois ou mais painéis, esta deve ser a solução preferida, tanto ao nível da eficiência como do custo da instalação, mais simples de ligar os painéis em série e cabos mais finos. Tal como nos reguladores PWM não é viável ligar apenas um painel de 60 células para carregar baterias as 24V, a tensão de entrada não chega para um correto funcionamento.

Atenção: Nos inversores híbridos Axpert, Effekta AX ou Master Power, da Voltronica Power, há que ter em conta o que anteriormente foi explicado. As versões com regulador de carga PWM são mais económicas mas limitam a escolha a painéis solares de 72 células. De igual modo em inversores PWM a 48V ligar dois painéis de 60 células em série também não resultam.

 

Associações

2bni3apesf4anjeCAI

 

Utilizadores Online

Temos 4 convidados e 10 membros online.
 
Copyright © CCBS-Energia 2014